sexta-feira, 23 de setembro de 2011

CLASSES GRAMATICAIS E EXERCICIO DE APRENDIZAGEM


Preposição



PREPOSIÇÃO "classe gramatical" Definição: Preposição é a palavra invariável que liga dois termos da oração, subordinando um ao outro.
Exemplo:
  • Gostava de flores.
  • Moravam em Paris.
  • É um problema fácil de resolver.
  • É um filme impróprio para menores.
Classificação das preposições: As preposições se classificam em essenciais e acidentais.
Acidentais
São palavras que, embora não sejam efetivamente preposições, podem funcionar como tal. 
Podemos destacar dentre elas:
  • afora,
  • consoante,
  • salvo,
  • conforme,
  • exceto,
  • durante...
Essenciais
São aquelas que sempre funcionam como preposição:
  • a,
  • após,
  • ante,
  • até,
  • com,
  • contra,
  • de,
  • desde,
  • em,
  • entre,
  • para,
  • per,
  • perante,
  • por,
  • sem,
  • sob,
  • sobre,
  • trás.
Locução prepositiva
Definição: damos o nome de locução prepositiva ao conjunto de duas ou mais palavras 
com o conjunto de preposição:
  • abaixo de,
  • acerca de,
  • a fim de,
  • ao lado de,
  • apesar de,
  • através de,
  • de acordo com,
  • embaixo de,
  • em frente a,
  • em vez de,
  • junto de,
  • para com,
  • perto de,
  • por entre.
Exemplos:
  • Eram afáveis para com os amigos.
  • a proposta estava de acordo com o pedido.
Emprego das preposições
As preposições podem estabelecer variadas relações entre os termos que ligam.
Exemplos:
  • Chegou de ônibus. (meio)
  • Voltou de Pernambuco. (origem)
  • Saiu com os amigos. (companhia)
  • Vivia sem dinheiro. (falta ou ausência)
  • Discursava para convencer. (finalidade)
  • Morava em uma praia distante. (lugar)
  • Morreu de fome. (modo)
  • Usava um chapéu de palha. (matéria)
  • O carro de Paulo é antigo. (posse)
  • Conversavam sobre futebol. (assunto)

Interjeição



As interjeições são palavras invariáveis que exprimem estados emocionais, ou mais abrangente: sensações e estados de espírito; ou até mesmo servem como auxiliadoras expressivas para o interlocutor, já que, lhe permitem a adoção de um comportamento que pode dispensar estruturas linguísticas mais elaboradas.
As interjeições podem ser classificadas de acordo com o sentimento que traduzem. Segue alguns exemplos para cada emoção:
  • Alegria: oba!, eba!, viva!, oh!, ah!, uhu!, eh! , gol!, que bom!, iupi!
  • Saudação: oi!, olá!, salve!, adeus!, viva!, alô!
  • Alívio: ufa!, uf!, ah!, ainda bem!, arre!
  • Animação, estímulo: coragem!, avante!, firme!, vamos!, eia!
  • Aprovação: bravo!, bis!, viva!, muito bem!
  • Desejo: tomara!, oxalá!, queira deus!, oh!, pudera!
  • Dor: ai! ui!
  • admiração: ah!, chi!, ih!, oh!, uh!, ué!, puxa!, uau!, caramba!, caraca!, putz!, gente!, céus!, uai!, horra!, nossa! (francês: oh lala)
  • Impaciência: hum!, hem!, raios!, diabo!, puxa!, pô!
  • Invocação: alô!, olá!, psiu!, socorro!, ei!, eh!, ô!
  • Medo: credo!, cruzes! uh!, ui!, socorro!
Outros exemplos que não representam emoções:
  • Ordem: silêncio! alto! basta! chega! quietos!
  • Derivados do inglês: yes! ok!
Os principais tipos de interjeição são aqueles que exprimem:
  • a) afugentamento: arreda!, fora!, passa!, sai!, roda!, rua!, toca!, xô!, xô pra lá!
  • b) alegria ou admiração: oh!, ah!, olá!, olé!, eta!, eia!
  • c) advertência: alerta!, cuidado!, alto lá!, calma!, olha!, Fogo!
  • d) admiração: puxa!
  • e) alívio: ufa!, arre!, também!
  • f) animação: coragem!, eia!, avante!, upa!, vamos!
  • g) apelo: alô!, olá!, ó!
  • h) aplauso: bis!, bem!, bravo!, viva!, apoiado!, fiufiu!, hup!, hurra!, isso!, muito bem!, parabéns!
  • i) agradecimento: graças a Deus!, obrigado!, obrigada!, agradecido!
  • j) chamamento: Alô!, hei!, olá!, psiu!, pst!, socorro!
  • k) estímulo: ânimo!, adiante!, avante!, eia!, coragem!, firme!, força!, toca!, upa!, vamos!
  • l) desculpa: perdão!
  • m) desejo: oh!, xalá head xala não importa o que aconteça tenha a força com você!, tomara!, pudera!, queira Deus!, quem me dera!,
  • n) despedida: adeus!, até logo!, bai-bai!, tchau!
  • o) dor: ai!, ui!, ai de mim!
  • p) dúvida: hum! Hem!
  • q) cessação: basta!, para!
  • r) invocação: alô!, ô, olá!
  • s) espanto: uai!, hi!, ali!, ué!, ih!, oh!, poxa!, quê!, caramba!, nossa!, opa!, Virgem!, xi!, terremoto!, barrabás!, barbaridade!, meu Deus!, menino Jesus!
  • t) impaciência: arre!, hum!, puxa!, raios!
  • u) saudação: ave!, olá!, ora viva!, salve!, viva!, adeus!,
  • v) saudade: ah!, oh!
  • w) silêncio: psiu!, silêncio!, calada!, psiu! (bem demorado), psit!
  • x) suspensão: alto!, alto lá!
  • y) terror: credo!, cruzes!, Jesus!, que medo!, uh!, ui!, fogo!, barbaridade!
  • z) interrogação: hei!…
    desapontamento: puxa!
A compreensão de uma interjeição depende da análise do contexto em que ela aparece. Quando a interjeição é expressada com mais de um vocábulo, recebe o nome de locução interjetiva. Ora bolas!, cruz credo!, MASPOXAVIDA!, valha-me Deus!, se Deus quiser! Macacos me mordam!
A interjeição é considerada palavra-frase, caracterizando-se como uma estrutura à parte. Não desempenha função sintática.
Exercícios sobre preposição

Questões:
01.  (PUC-SP) Use o sinal de crase, se necessário:

      a) Não vai
a festas nem a reuniões.

      b) Chegamos
a Universidade as oito horas.

 
02.  (FUVEST) No final da Guerra Civil americana, o ex-coronel ianque (...) sai à caça do soldado desertor que realizou assalto a trem com confederados. (O Estado de S. Paulo, 15/09/95)

O uso da preposição com permite diferentes interpretações da frase acima.

a) Reescreva-a de duas maneiras diversas, de modo que haja um sentido diferente em cada uma.

b) Indique, para cada uma das reações, a noção expressa da preposição com.



03.  (UFPA) No trecho: “(O Rio) não se industrializou, deixou explodir a questão social, fermentada por mais de dois milhões de favelados, e inchou, à exaustão, uma máquina administrativa que não funciona...”, a preposição a (que está contraída com o artigo a) traduz uma relação de:

a) fim
b) causa
c) concessão
d) limite
e) modo
04.  (INATEL) Assinale a alternativa em que a norma culta não aceita a contração da preposição de:

a) Aos prantos, despedi-me
dela.
b) Está na hora
da criança dormir.
c) Falava
das colegas em público.
d) Retirei os livros
das prateleiras para limpá-los.
e) O local
da chacina estava interditado.
05. Assinale a alternativa em que a preposição destacada estabeleça o mesmo tipo de relação que na frase matriz: Criaram-se a pão e água.

      a) Desejo todo o bem
a você.
      b)
A julgar por esses dados, tudo está perdido.
      c) Feriram-me
a pauladas.
      d) Andou
a colher alguns frutos do mar.
      e)
Ao entardecer, estarei aí.
06. (CESGRANRIO) Assinale a opção em que a preposição com traduz uma relação de instrumento:

      a) "Teria sorte nos outros lugares, com gente estranha."
      b) "Com o meu avô cada vez mais perto de mim, o Santa Rosa seria um inferno."
      c) "Não fumava, e nenhum livro com força de me prender."
      d) "Trancava-me no quarto fugindo do aperreio, matando-as com jornais."
      e) "Andavam por cima do papel estendido com outras já pregadas no breu."
07. (FAU - SANTOS) "O policial recebeu o ladrão a bala. Foi necessário apenas um disparo; o assaltante recebeu a bala na cabeça e morreu na hora."

No texto, os vocábulos em destaque são respectivamente:

      a) preposição e artigo
      b) preposição e preposição
      c) artigo e artigo
      d) artigo e preposição
      e) artigo e pronome indefinido
08. (UNIMEP) "Depois a mãe recolhe as velas, torna a guardá-las na bolsa.", os vocábulos em destaque são, respectivamente:

      a) pronome pessoal oblíquo, preposição, artigo
      b) artigo, preposição, pronome pessoal oblíquo
      c) artigo, pronome demonstrativo, pronome pessoal oblíquo
      d) artigo, preposição, pronome demonstrativo
      e) preposição, pronome demonstrativo, pronome pessoal oblíquo.
09. (FAC. RUI BARBOSA) Assinale a alternativa em que ocorre combinação de uma preposição com um pronome demonstrativo:

      a) Estou na mesma situação.
      b) Neste momento, encerramos nossas transmissões.
      c) Daqui não saio.
      d) Ando só pela vida.
      e) Acordei num lugar estranho.
10. (FECAP) Classifique a palavra como nas construções seguintes, numerando, convenientemente, os parênteses. A seguir, assinale a alternativa correta:

      1) Preposição
      2) Conjunção Subordinativa Causal
      3) Conjunção Subordinativa Conformativa
      4) Conjunção Coordenativa Aditiva
      5) Advérbio Interrogativo de Modo

      (  
   ) Perguntamos como chegaste aqui.
      (     ) Percorrera as salas como eu mandara.
      (     ) Tinha-o como amigo.
      (     ) Como estivesse muito frio, fiquei em casa.
      (  
   ) Tanto ele como o irmão são meus amigos.

      a) 2 - 4 - 5 - 3 - 1
      b) 4 -5 - 3 - 1 - 2
      c) 5 - 3 - 1 - 2 - 4
      d) 3 - 1 - 2 - 4 - 5
      e) 1 - 2 - 4 - 5 - 3

Resolução:
01 - a) ---------
       b) Chegamos a Universidade às oito horas.
02 - a) 1. No final da Guerra Civil americana, o ex-coronel ianque (...) sai à caça do soldado desertor que realizou assalto a trem que levava confederados.
2. No final da Guerra Civil americana, o ex-coronel ianque (...) sai à caça do soldado desertor, que, com confederados, realizou assalto a trem.b) Na frase 1, com indica a relação continente-conteúdo, (trem-soldados), como em copo com água. Na frase 2, com  indica “em companhia de”. Em 1, com introduz um adjunto adnominal (de trem); em 2, introduz um adjunto adverbial de companhia.
03 - E
04 - B
05 - C
06 - C
07 - A
08 - B
09 - B
10 - C

Aulas de Português - Classes de Palavras - Exercícios




1. A alternativa que apresenta classes de palavras cujos sentidos podem ser modificados pelo advérbio são:
a) adjetivo - advérbio - verbo.
b) verbo - interjeição - conjunção.
c) conjunção - numeral - adjetivo.
d) adjetivo - verbo - interjeição.
e) interjeição - advérbio - verbo.
2. Das palavras abaixo, faz plural como "assombrações"
a) perdão.
b) bênção.
c) alemão.
d) cristão.
e) capitão.
3. Na oração "Ninguém está perdido se der amor...", a palavra grifada pode ser classificada como:
a) advérbio de modo.
b) conjunção adversativa.
c) advérbio de condição.
d) conjunção condicional.
e) preposição essencial.
4. Marque a frase em que o termo destacado expressa circunstância de causa:
a) Quase morri de vergonha.
b) Agi com calma.
c) Os mudos falam com as mãos.
d) Apesar do fracasso, ele insistiu.
e) Aquela rua é demasiado estreita.
5. "Enquanto punha o motor em movimento." O verbo destacado encontra-se no:
a) Presente do subjuntivo.
b) Pretérito mais-que-perfeito do subjuntivo.
c) Presente do indicativo.
d) Pretérito mais-que-perfeito do indicativo.
e) Pretérito imperfeito do indicativo.
6. Aponte a opção em que muito é pronome indefinido:
a) O soldado amarelo falava muito bem.
b) Havia muito bichinho ruim.
c) Fabiano era muito desconfiado.
d) Fabiano vacilava muito para tomar decisão.
e) Muito eficiente era o soldado amarelo.
7 . A flexão do número incorreta é:
a) tabelião - tabeliães.
b) melão - melões
c) ermitão - ermitões.
d) chão - chãos.
e) catalão - catalões.
8. Dos verbos abaixo apenas um é regular, identifique-o:
a) pôr.
b) adequar.
c) copiar.
d) reaver.
e) brigar.
9. A alternativa que não apresenta erro de flexão verbal no presente do indicativo é:
a) reavejo (reaver).
b) precavo (precaver).
c) coloro (colorir).
d) frijo (frigir).
e) fedo (feder).
10. A classe de palavras que é empregada para exprimir estados emotivos:
a) adjetivo.
b) interjeição.
c) preposição.
d) conjunção.
e) advérbio.
11. Todas as formas abaixo expressam um tamanho menor que o normal, exceto:
a) saquitel.
b) grânulo.
c) radícula.
d) marmita.
e) óvulo.
12. Em "Tem bocas que murmuram preces...", a seqüência morfológica é:
a) verbo-substantivo-pronome relativo-verbo-substantivo.
b) verbo-substantivo-conjunção integrante-verbo-substantivo.
c) verbo-substantivo-conjunção coordenativa-verbo-adjetivo.
d) verbo-adjetivo-pronome indefinido-verbo-substantivo.
e) verbo-advérbio-pronome relativo-verbo-substantivo.
13. A alternativa que possui todos os substantivos corretamente colocados no plural é:
a) couve-flores / amores-perfeitos / boas-vidas.
b) tico-ticos / bem-te-vis / joões-de-barro.
c) terças-feiras / mãos-de-obras / guarda-roupas.
d) arco-íris / portas-bandeiras / sacas-rolhas.
e) dias-a-dia / lufa-lufas / capitães-mor.
14. "...os cipós que se emaranhavam..." . A palavra sublinhada é:
a) conjunção explicativa.
b) conjunção integrante.
c) pronome relativo.
d) advérbio interrogativo.
e) preposição acidental.
15. Indique a frase em que o verbo se encontra na 2ª pessoa do singular do imperativo afirmativo:
a) Faça o trabalho.
b) Acabe a lição.
c) Mande a carta.
d) Dize a verdade.
e) Beba água filtrada.
16. Em "Escrever é alguma coisa extremamente forte, mas que pode me trair e me abandonar.", as palavras grifadas podem ser classificadas como, respectivamente:
a) pronome adjetivo - conjunção aditiva.
b) pronome interrogativo - conjunção aditiva.
c) pronome substantivo - conjunção alternativa.
d) pronome adjetivo - conjunção adversativa.
e) pronome interrogativo - conjunção alternativa.
17. Marque o item em que a análise morfológica da palavra sublinhada não está correta:
a) Ele dirige perigosamente - (advérbio).
b) Nada foi feito para resolver a questão - (pronome indefinido).
c) O cantar dos pássaros alegra as manhãs - (verbo).
d) A metade da classe já chegou - (numeral).
e) Os jovens gostam de cantar música moderna - (verbo).
18. Quanto à flexão de grau, o substantivo que difere dos demais é:
a) viela.
b) vilarejo.
c) ratazana.
d) ruela.
e) sineta.
19. Está errada a flexão verbal em:
a) Eu intervim no caso.
b) Requeri a pensão alimentícia.
c) Quando eu ver a nova casa, aviso você
d) Anseio por sua felicidade.
e) Não pudeste falar.
20. Das classes de palavra abaixo, as invariáveis são:
a) interjeição - advérbio - pronome possessivo.
b) numeral - substantivo - conjunção.
c) artigo - pronome demonstrativo - substantivo.
d) adjetivo - preposição - advérbio.
e) conjunção - interjeição - preposição.
21. Todos os verbos abaixo são defectivos, exceto:
a) abolir.
b) colorir.
c) extorquir.
d) falir.
e) exprimir.
22. O substantivo composto que está indevidamente escrito no plural é:
a) mulas-sem-cabeça.
b) cavalos-vapor.
c) abaixos-assinados.
d) quebra-mares.
e) pães-de-ló.
23. A alternativa que apresenta um substantivo invariável e um variável, respectivamente, é:
a) vírus - revés.
b) fênix - ourives.
c) ananás - gás.
d) oásis - alferes.
e) faquir - álcool.
24. "Paula mirou-se no espelho das águas": Esta oração contém um verbo na voz:
a) ativa.
b) passiva analítica.
c) passiva pronominal.
d) reflexiva recíproca.
e) reflexiva.
25. O único substantivo que não é sobrecomum é:
a) verdugo.
b) manequim.
c) pianista.
d) criança.
e) indivíduo.
26. A alternativa que apresenta um verbo indevidamente flexionado no presente do subjuntivo é:
a) vade.
b) valham.
c) meçais.
d) pulais.
e) caibamos.
27. A alternativa que apresenta uma flexão incorreta do verbo no imperativo é:
a) dize.
b) faz.
c) crede.
d) traze.
e) acudi.
28. A única forma que não corresponde a um particípio é:
a) roto.
b) nato.
c) incluso.
d) sepulto.
e) impoluto.
29. Na frase: "Apieda-te qualquer sandeu", a palavra sandeu (idiota, imbecil) é um substantivo:
a) comum, concreto e sobrecomum
b) concreto, simples e comum de dois gêneros.
c) simples, abstrato e feminino.
d) comum, simples e masculino
e) simples, abstrato e masculino.
30. A alternativa em que não há erro de flexão do verbo é:
a) Nós hemos de vencer.
b) Deixa que eu coloro este desenho.
c) Pega a pasta e a flanela e pole o meu carro.
d) Eu reavi o meu caderno que estava perdido.
e) Aderir, eu adiro; mas não é por muito tempo!
31. Em "Imaginou-o, assim caído..." a palavra destacada, morfologicamente e sintaticamente, é:
a) artigo e adjunto adnominal.
b) artigo e objeto direto.
c) pronome oblíquo e objeto direto.
d) pronome oblíquo e adjunto adnominal.
e) pronome oblíquo e objeto indireto.
32. O item em que temos um adjetivo em grau superlativo absoluto é:
a) Está chovendo bastante.
b) Ele é um bom funcionário.
c) João Brandão é mais dedicado que o vigia.
d) Sou o funcionário mais dedicado da repartição.
e) João Brandão foi tremendamente inocente.
33. A alternativa em que o verbo abolir está incorretamente flexionado é:
a) Tu abolirás.
b) Nós aboliremos.
c) Aboli vós.
d) Eu abolo.
e) Eles aboliram.
34. A alternativa em que o verbo "precaver" está corretamente flexionado é:
a) Eu precavejo.
b) Precavê tu.
c) Que ele precavenha.
d) Eles precavêm.
e) Ela precaveu.
35. A única alternativa em que as palavras são, respectivamente, substantivo abstrato, adjetivo biforme e preposição acidental é:
a) beijo-alegre-durante
b) remédio-inteligente-perante
c) feiúra-lúdico-segundo
d) ar-parco-por
e) dor-veloz-consoante
1 A / 2 A / 3 D / 4 A / 5 E / 6 B / 7 E / 8 E / 9 D / 10 B / 11 D / 12 A / 13 B / 14 C / 15 D / 16 D / 17 C / 18 C / 19 C / 20 E / 21 E / 22 C / 23 A / 24 E / 25 C / 26 D / 27 B / 28 D / 29 D / 30 E / 31 C / 32 E / 33 D / 34 E / 35 C

FIXAÇÃO DE "APRENDIZAGEM"
EXEMPLOS DE EXERCÍCIOS RESOLVIDOS
Analisar o sujeito das seguintes orações:
1) O bom"aluno estuda as lições.
R: Sujeito simples: O bom "aluno
2) O tempo e a morte apagam tudo.
R: Sujeito composto : O tempo e a morte.
3) Jesus, o Nazareno, era humilde.
R: Sujeito simples Jesus, o Nazareno
4) "confiança em Deus leva o homem à paz.
R Sujeito simples: a confiança en Deus.
5) Qualificaram-no de intruso com muita razão.
R: Sujeito indeterminado
6) Perdoai, Senhor, a nossa fraqueza.
R: Sujeito :Vós
7) Convém que voltem logo.
R: Sujeito: que voltem logo
8) Precisa-se de empregados.
R : Sujeito : sujeito indeterminado
9) Fazia frio.
R: Sujeito: Oração sem sujeito
10) Quem bateu à porta?
R: Sujeito simples: Quem
11) Que queres?
R: Sujeito simples : Tu.
12)O menino fazia tudo.
R: Sujeito simples: O menino
13) Amanhece.
R: Sujeito: Oração sem sujeito.
14) Era tarde.
R: Sujeito: Oração sem sujeito
15) Havia alunos na classe.
R: Sujeito : Oração sem sujeito
16) A lua banha solitária a estrada
R: Sujeito simples:a lua
17) Comerás do pão...
R: Sujeito simples: Tu
18) Não havia soldados na praia de Jacaraípe.
R: Sujeito: Oração sem sujeito.
19) À noite, muitas pessoas trabalham.
R: Sujeito simples: muitas pessoas
20) Antônio e Paulo não querem nada com o estudo.
R: Sujeito composto: Antônio e Paulo.

Um comentário:

Anônimo disse...

Muito boa a explicação.